Diabetes

Já em cicatrizes de pacientes diabéticos, para entendermos a importância desta doença, ela pode afetar de 1 ate 4% dos pacientes diabéticos ao ano, o que parece pouco, mas considerando a sobrevida desses indivíduos, ou seja, quantos anos eles ainda irão viver, essa estatística é mais cruel, pois 1 em cada quatro (25%) vão apresentar úlceras, o que torna essa patologia muito comum.

Podemos ainda presenciar o desenvolvimento de outras doenças devido a alterações de perfusão, ou seja, o conteúdo necessário de oxigênio não atinge seu destino, devido a uma diminuição da circulação, assim como de antibióticos e até as defesas naturais do corpo, podendo evoluir para uma fasceite necrotizante, conhecida como síndrome de Fournier, que pode ser letal, se não tratada corretamente com desbridamento, antibióticos e oxigenoterapia hiperbarica.

Nesses casos, tanto no pé diabético, como em infecções, como o Fournier, o papel da oxigenoterapia hiperbarica está bem estabelecida e pode salvar um membro, evitando a amputação ou mesmo a vida da própria pessoa.

Referências: 
1- J Wound Care. 2001 Jan;10(1):507-9.Benefits of hyperbaric oxygen therapy for diabetic foot lesions. Neal MS.Diving Diseases Research Centre (DDRC), Hyperbaric Medical Centre, Tamar Science Park, Plymouth, UK.PMID: 12964232 [PubMed - indexed for MEDLINE]Outras referencias para pegar;
2- 
Clin Infect Dis. 2006 Jul 15;43(2):188-92. Epub 2006 Jun 12.Comment in: Clin Infect Dis. 2006 Jul 15;43(2):193-8. Point: hyperbaric oxygen is beneficial for diabetic foot wounds.Barnes RC.Division of Infectious Diseases and Center for Hyperbaric Medicine, Virginia Mason Medical Center, Seattle, WA 98111, USA. Robert.barnes@vmmc.orgPMID: 16779745 [PubMed - indexed for MEDLINE]
3- Clin Infect Dis. 2006 Jul 15;43(2):193-8. Epub 2006 Jun 12.Comment on: Clin Infect Dis. 2006 Jul 15;43(2):188-92. Counterpoint: hyperbaric oxygen for diabetic foot wounds is not effective. Berendt AR.Bone Infection Unit, Nuffield Orthopaedic Centre NHS Trust, Headington, Oxford, OX3 7LD, United Kingdom. tony.berendt@noc.anglox.nhs.uk

 
 

voltar     imprimir